Situação dos presídios do RJ é pior do que em SP

A situação dos presídios do Rio de Janeiro é muito pior do que a de São Paulo - onde dia 18 de fevereiro aconteceu uma rebelião simultânea em 29 unidades prisionais -, afirmou ontem o assessor para assuntos de segurança pública da prefeitura de Porto Alegre e ex-subsecretário de Segurança do Rio, Luiz Eduardo Soares. "As prisões do Rio são um verdadeiro barril de pólvora", disse.Na avaliação de Soares, a rebelião em São Paulo, que deixou 19 mortos, ocorreu porque a corrupção entre os agentes de segurança é generalizada. "No entanto, ela foi motivada diretamente porque a Secretaria de Segurança estava tentando intervir, ousou fazer um esforço para mudar a situação", explicou. "No caso do Rio, o comprometimento dos agentes de segurança é ainda maior; mas ainda não houve nenhuma rebelião porque o governo não vai intervir."Na avaliação de Soares, enquanto o governo de São Paulo está tentando enfrentar o problema, o do Rio de Janeiro se omite. O ex-subsecretário de Segurança lembrou ainda que o episódio mostrou, mais uma vez, que é preciso intervir nos presídios. "Sempre retardamos essa intervenção e já sabemos que se trata de um sistema falido e corrupto". Soares defendeu a adoção em larga escala das penas alternativas para solucionar o problema.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.