Situação de pré-candidatura é ambígua, diz Dilma

De visual novo - cabelo cortado e tingido de louro -, a pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, chegou nesta noite ao Centro de Convenções Brasil XXI para o "Encontro do Movimento Negro do PT", reafirmando que lamenta a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de multar o partido e ela própria por propaganda eleitoral antecipada. A petista reclamou da "ambiguidade" da legislação eleitoral.

EUGÊNIA LOPES, Agência Estado

14 Maio 2010 | 19h16

"O programa não é de apoio à minha candidatura. Foi um programa do PT que defendeu nossas posições e realizações", afirmou. E completou: "Não gostamos de ter tido essa punição. Hão de convir que essa situação pré-candidatura é bastante ambígua. Nunca se sabe o que se pode e o que não pode fazer. Mas agora, com a decisão do Tribunal, vamos acatar e cumprir".

Pela manhã a ex-ministra da Casa Civil participou da Missa de Solidariedade com os Excluídos, evento que faz parte do 16º Congresso Eucarístico Nacional.

Mais conteúdo sobre:
eleição Dilma Rousseff multa TSE

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.