Situação de Jader pode piorar amanhã, diz Peres

O senador Jefferson Peres (PDT-AM) disse hoje que o voto em separado que o senador Nabor Júnior (PMDB-AM) apresentará amanhã ao Conselho de Ética será prejudicado pela decisão tomada hoje pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Como estratégia de obstrução, Nabor Júnior quer que o Conselho vote o relatório que recomenda a abertura de processo contra o senador Jader Barbalho (PMDB-PA) somente depois do resultado da perícia judicial de documentos. A CCJ, em reunião pela manhã, negou a Jader Barbalho o direito de defesa ampla nesta fase da investigação. Segundo o senador Jefferson Peres, a perícia, a exemplo de diligências e oitivas, deve ser feita na fase do processo e não agora. Na avaliação de Peres, a situação de Jader poderá se agravar amanhã durante seu depoimento, caso ele invista no ataque e na estratégia de desqualificar o Conselho de Ética. "Ele parece que quer sair disso de forma melancólica e não com dignidade", avaliou Peres, um dos atingidos pelas críticas de Jader que classificou os autores dos relatório de estarem montando uma farsa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.