Sítio de Mercadante é assaltado em Joanópolis

Oito homens armados invadiram o sítio do ministro da Educação, Aloizio Mercadante, em Joanópolis, a 116 km de São Paulo, nesta sexta-feira, 13, renderam o casal de caseiros e roubaram um celular e uma espingarda. O telefone e a arma pertenciam ao caseiro. O casal foi amarrado, enquanto os bandidos vasculhavam a propriedade, localizada no bairro Bonfim, próximo da Cachoeira dos Pretos, principal atração turística da cidade.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

13 de setembro de 2013 | 19h36

De acordo com a Polícia Civil, após a fuga dos bandidos, o caseiro se desvencilhou das amarras, soltou a mulher e pediu ajuda aos vizinhos para se comunicar com a Polícia Militar.

O delegado seccional de Bragança Paulista, Antonio José Soares, que assumiu as investigações, disse que o caseiro não conseguiu identificar as armas usadas pelos bandidos, nem reconheceu as fotos de alguns suspeitos que lhe foram mostradas. Os criminosos estavam com os rostos descobertos e não seriam da região. Conforme o depoimento do caseiro, eles demonstraram desagrado por não encontrar dinheiro ou objetos de valor no local. A arma levada estava registrada, segundo a polícia.

À tarde, policiais federais utilizando um veículo descaracterizado estiveram na propriedade. De acordo com o delegado, por ser a vítima ministro de Estado, a Polícia Federal vai acompanhar as investigações. Após o assalto, policiais militares deram buscas na região. Um carro suspeito chegou a ser abordado na estrada do bairro São Sebastião, mas os ocupantes foram liberados. Até o início da noite, nenhum dos assaltantes tinha sido preso.

Mais conteúdo sobre:
Mercadantesítioassalto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.