Sindicato da PF cancela operação-padrão em SP

STJ proibiu realização do ato; outras manifestação serão promovidas, segundo o sindicato

Gheisa Lessa, de O Estado de S. Paulo

17 de agosto de 2012 | 15h01

O Sindicato dos Policiais Federais de São Paulo (Sindpolf-SP) emitiu uma nota nesta sexta-feira, 17, cancelando as operações-padrão previstas para a próxima semana após ter acesso à decisão do Superior Tribunal de Justiça de quinta-feira de que o ato foi proibido. O descumprimento da ordem custará multa de R$ 200 mil por dia à categoria.

No entanto, o sindicato afirmou que outras manifestações serão promovidas ao longo do período de greve. A paralisação nacional da categoria está em vigor desde 7 de agosto. De acordo com a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), os agentes pedem reestruturação da carreira com a definição de salários de acordo com os cargos de nível superior, além da contratação de mais servidores.

Tudo o que sabemos sobre:
greveservidoresPF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.