Sindicância cria tensão na Casa Civil

O clima de tensão e suspeição tomou conta do quarto andar do Palácio do Planalto, onde se concentra o maior número de funcionários ligados à Casa Civil . E onde despacharia aquele que o governo considera o "infiltrado" que teria subtraído documentos sobre os gastos do governo Fernando Henrique Cardoso e montado o dossiê que acabou nas mãos da imprensa e da oposição. A comissão de sindicância está ouvindo servidores e a desconfiança é generalizada.Os principais suspeitos são servidores que trabalham desde o governo anterior no Planalto - não são poucos. Dois nomes ganharam os corredores, mas, a cada momento, há nova desconfiança. Segundo relatos, o clima é de caça às bruxas.Ontem, o ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, reconheceu que "há clima de insatisfação". "Nada pior do que um clima de suspeição."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.