Sindicância contra Waldomiro pode ser concluída hoje

A comissão de sindicância da Presidência da República que apura denúncias contra o ex-assessor da Casa Civil Waldomiro Diniz, acusado de ter pedido propina para financiar as campanhas políticas de Benedita da Silva (PT) e Rosinha Garotinho (PMDB), no Rio, e de Geraldo Magela (PT), em Brasília, pode concluir os trabalhos nesta segunda-feira. As informações são do Ministério de Coordenação Política e Relações Institucionais.Se não concluir o relatório, a comissão pode pedir mais um mês de prazo. O ministro da Coordenação Política, Aldo Rebelo, jáhavia informado que o prazo legal para a comissão era de 30 dias, mas que poderia ser prorrogado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.