Sindicalista rural é morto por pistoleiros no PA

O diretor do sindicato dos trabalhadores rurais de Rondon do Pará, no sul do estado, foi assassinado no início da noite deste sábado por dois pistoleiros. José Ribamar foi atingido por dois tiros quando estava em frente de casa. Os bandidos estavam em uma moto e fugiram. Integrantes da Pastoral da Terra acreditam que o assassinato tenha ligação com a disputa de terras na região. José Ribamar tinha organizado dois novos acampamentos de sem-terra perto de duas fazendas na última semana. Ele é o segundo diretor do sindicato assassinado nos últimos quatro anos. Em novembro de 2000, o sindicalista José Dutra da Costa também foi morto por pistoleiros. As informações são da TV Globo News.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.