Simpatizantes de Aécio vão da euforia à tristeza em BH

O clima em frente ao prédio onde o presidenciável do PSDB, Aécio Neves, acompanhava o final da apuração deste segundo turno passou da euforia à tristeza quando saíram os primeiros resultados confirmando a liderança da presidente petista Dilma Rousseff.

ELIZABETH LOPES E PEDRO VENCESLAU, ENVIADOS ESPECIAIS, Estadão Conteúdo

26 de outubro de 2014 | 21h09

Alguns choravam, outros questionavam a urna eletrônica e um grupo com faixas e bandeiras dizia que não iria desistir do Brasil. O silêncio também tomou conta dos arredores, que minutos antes vivia clima de festa.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesBelo HorizonteAécio Neves

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.