Simon reafirma candidatura e Temer sai da disputa

O senador Pedro Simon (RS) comunicou hoje à cúpula do PMDB, durante almoço, que não abre mão de disputar as eleições prévias em que será escolhido o candidato do partido à presidência da República nas eleições do próximo ano. Simon disse hoje que, no encontro de hoje, o presidente do PMDB, deputado Michel Temer(SP), informou que, diante disso, não vai entrar na disputa, marcada para 11 de janeiro. O senador disse, também, que é favorável à tese defendida pelos governistas, de reduzir de 70 mil para cerca de 6.000 o número de eleitores que deverão participar das prévias do partido. "Sou a favor de ficar como está. Mas não vejo que isto altere o resultado", disse Simon, acrescentando que, no almoço, os governistas do PMDB alegaram que, com o número menor de integrantes do colégio eleitoral, as prévias se realizarão sem tumultos e mais chances de êxito. Uma das propostas em exame na executiva naional é a de excluir a participação de diretórios municipais, uma vez que foram eleitos no dia 15 de outubro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.