Simon elogia licença de Itamar

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) elogiou hoje a decisão do governadorde Minas Gerais, Itamar Franco (PMDB), de licenciar-se do cargo por 40 dias.Simon considera que Itamar, fora do governo do Estado, terá maistempo para percorrer o País de olho na eleição para presidência nacional do partido e sucessão do presidente Fernando Henrique Cardoso. Já o adversário de Itamar, deputado Michel Temer (SP), que também disputará o comando do PMDB, preferiu adotar cautela ao analisar a atitude do governador mineiro. "Ele (Itamar) deve saber o que está fazendo", disse Michel Temer."Mas não posso mais falar sobre isso, porque sou candidato à presidência do partido". Para Simon, que comprometeu-se a apoiar ogovernador na eleição para a escolha do novo presidente do PMDB, Itamar deve ter sido orientado por assessores a deixar a função, já que ele precisa "caminhar" pelas ruas das cidades em busca de votos. "É uma decisão que merece respeito", declarou Simon. Elereconheceu, no entanto, que é uma "hora delicada" para o governador deixar o cargo, já que as finanças dos Estados têm sido prejudicadas por causa dos "sinais de fragilidade na economia brasileira". "Ele deve confiar no vice (Newton Cardoso)", acrescentou Simon.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.