Simon defende renúncia de Palocci

O senador Pedro Simon (PMDB-RS), defendeu, na CPI dos Bingos, que o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, com base no depoimento que será dado pelo caseiro Francenildo dos Santos Costa, considere a possibilidade de se afastar do cargo. "Os fatos estão se acumulando", disse Simon, acrescentando que o Congresso tem tratado Palocci com "carinho especial", mas com a sucessão de notícias negativas sobre o ministro, a situação dele está ficando difícil."Recomendo ao ministro que medite muito, pois conforme for o depoimento do caseiro, creio que ele deva considerar um afastamento, ainda que temporário, do Ministério, pois não é bom para ele, para o ministério e para o governo essa situação", disse Simon, acrescentando que isso não significa que ele julgue que Palocci tenha culpa. "Há um grau de notícias, de fato, que afeta a credibilidade dele. É melhor ele se afastar e enfrentar, do que ficar com medo", concluiu Simon.

Agencia Estado,

16 de março de 2006 | 13h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.