Simon critica Itamar, mas não desiste das prévias

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) condenou, nesta quinta-feira, as críticas que o governador de Minas Gerais, Itamar Franco, vem fazendo ao PMDB.?Não aceito a linguagem do Itamar no sentido da radicalização, de que vai ser oposição, de que vai abrir guerra contra o PMDB, ou coisa que o valha. Não aceito isso?, afirmou o senador.Embora venha sendo pressionado por colegas do PMDB para desistir de concorrer às prévias marcadas que escolherá o candidato do partido à sucessão presidencial, Pedro Simon afirmou que manterá sua candidatura.Querem que ele desistaOs governistas que estão trabalhando em favor do lançamento do nome do presidente do PMDB, Michel Temer (SP), para enfrentar Itamar Franco, querem que Pedro Simon desista de disputar as prévias e concorra ao governo do Rio Grande do Sul.O presidente da Fundação Ulysses Guimarães, Wellington Moreira Franco, que deixará a assessoria especial do presidente Fernando Henrique para dedicar-se à candidatura de Temer nas prévias, afirmou que a ala governista tratará Itamar Franco como adversário dentro do PMDB.?O PMDB precisa lançar um candidato para enfrentar Itamar Franco nas prévias?, disse Moreira, para quem o PMDB ?não merece Itamar como porta-voz do partido, que é de oposição?.No seu entender, o PMDB não pode ?ficar subalterno na aliança durante o processo sucessório?.?Risco de naufrágio?Mas outro setor do partido, liderado pelo líder senador Renan Calheiros (AL), desaconselha essa estratégia. Posicionado independentemente no PMDB, Calheiros disse a partidários que a candidatura de Temer corre o risco de naufragar, se tiver como único objetivo derrotar Itamar Franco e servir para dar ao PMDB condições de negociar um espaço na aliança governista rumo à sucessão presidencial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.