Simon comemora permanência de Itamar no PMDB

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) disse hoje que a decisão confirmada pelo governador de Minas Gerais, Itamar Franco (PMDB), de permanecer filiado ao partido, deve ser comemorada. "A presença do governador no PMDB praticamente garante que o partido terá candidato próprio à Presidência da República e que fará eleições prévias para escolher o melhor nome", explicou Simon, antecipando que não desistirá de disputar a indicação. "Ao contrário, serei um candidato mais entusiasmado ainda", disse. Itamar anunciou, indiretamente, a opção pela legenda, ao confirmar um telefonema ao presidente nacional do PDT, Leonel Brizola, para agradecer o convite que este lhe fez com o objetivo de se filiar ao partido trabalhista. O PDT havia garantido a Itamar que lançaria a candidatura dele a presidente, caso ele ingressasse na legenda. A expectativa de que Itamar deixasse o PMDB aumentou depois que o grupo dele perdeu a disputa pelo controle da legenda, na convenção do dia 9.Segundo Simon, com isso, estava abrindo-se o caminho para a eventual adesão da sigla a uma aliança com o candidato a ser apoiado pelo governo do presidente Fernando Henrique Cardoso em 2002. Simon acredita que a dissidência do grupo de Itamar, se viesse a ocorrer, "criaria um sentimento de vazio no partido".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.