Silvinho confirma divergência do PT com o Opportunity

O ex-secretário-geral do PT Sílvio Pereira confirmou à CPI dos Bingos, nesta quarta-feira, que havia uma divergência do PT com o Grupo Opportunity, motivada por disputas envolvendo a Previ - fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil.Sem dar detalhes porque, segundo ele, não participava destas discussões, Pereira afirmou apenas que era de conhecimento geral dentro do PT a briga do partido com o grupo comandado pelo empresário Daniel Dantas.A afirmação de Silvinho foi dada em resposta ao líder do PSDB, senador Artur Virgílio (AM), que, logo após a declaração do ex-secretário petista apresentou um documento enviado à Justiça de Nova York pelo advogado do grupo Opportunity, Philip Korologos.O documento, segundo Virgílio, que diz que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-ministro José Dirceu odeiam Daniel Dantas porque este teria se recusado a doar US$ 10 milhões para o PT, entre 2002 e 2003, para evitar que o governo atrapalhasse negócios do Opportunity e do fundo CVC, administrado por Dantas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.