Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Reprodução/Facebook Olavo de Carvalho e Ueslei Marcelino/Reuters
Reprodução/Facebook Olavo de Carvalho e Ueslei Marcelino/Reuters

Silas Malafaia ataca Olavo de Carvalho após críticas a Bolsonaro: 'Astrólogo falido'

Escritor, que atualmente mora nos EUA, acendeu polêmica entre bolsonaristas após afirmar que poderia derrubar o governo se quisesse

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de junho de 2020 | 07h56

O pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, usou as redes sociais para atacar o escritor e filósofo Olavo de Carvalho na noite desse domingo, 7. Após Olavo criticar o presidente da República Jair Bolsonaro e dizer que poderia derrubar o governo, Malafaia partiu em defesa do aliado, chamando o escritor de "astrólogo falido".

"UM DESAFIO A OLAVO DE CARVALHO ! Você é um astrólogo falido . Quem é você para derrubar um governo ? Você não derruba nem síndico de predio . Escondido na América , quer que Bolsonaro de defenda do que? COVARDE ! Fica de longe falando asneira e fazendo acusação idiota. SÓ KKKKK", escreveu o pastor em uma publicação no Twitter.

Olavo fez uma ofensiva contra o presidente, no domingo, em vídeos e postagens nas redes sociais. Em vídeo, o escritor afirma que Bolsonaro não faz nada para defendê-lo de uma susposta milícia digital, que o presidente não é seu amigo e que ainda pode ser processado por prevaricação, já que presencia crimes e não faz nada. 

"Quer levar um processo de prevaricação da minha parte? Se esse pessoal não consegue derrubar o seu governo, eu derrubo. Continue inativo, continue covarde e eu derrubo essa mer.. desse seu governo, aconselhado por generais covardes ou vendidos”, ameaçou.

Apesar das críticas e ameaças, Olavo disse que ainda está do lado do presidente. "Ainda estou do lado do Bolsonaro. Lutarei por ele com todas as minhas armas. Mas ele que não espere mais de mim palavras doces que só podem ajudá-lo a errar."

Pedido de doações

Outro que se manifestou após o ataque de Olavo a Bolsonaro foi o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan. Por meio de um grupo de Whatsapp de empresários bolsonaristas, Hang disse aos amigos que Olavo está sem dinheiro e que precisa de apoio financeiro para continuar "lutando pelo Brasil".

"Temos que ajudá-lo financeiramente. Está chateado, precisa de mais ajuda para continuar lutando pelo Brasil", escreveu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.