Severino vai propor reajuste salarial de parlamentares

O primeiro secretário da Câmara, deputado Severino Cavalcanti (PPB-PE) reiterou que vai apresentar sua proposta para reajustar os salários dos parlamentares. Pela proposta de Severino, os salários devem ser reajustados em 115%, passando dos atuais R$ 8.280 para R$ 17.125, que corresponde ao salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal. Cavalcanti disse que não teme as repercussões negativas de sua proposta. "Quero é equiparação salarial. Sempre fiz parte do grupo que defende um salário digno e mantenho as minhas propostas. Tanto é que fui reeleito", disse o deputado. Ele disse que conversará ainda hoje com o líder do PT na Câmara, João Paulo Cunha (SP) para detalhar sua sugestão. Cavalcanti informou que já conversou com o líder do PFL na Casa, Inocêncio Oliveira (PE) e que pretende ampliar os contatos com outras lideranças, até o final desta semana, quando apresentará a proposta à Mesa da Câmara. Ele ressaltou que é favorável, também, ao reajuste do salário mínimo para R$ 240.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.