Sessim se diz surpreso com inclusão na lista de investigados da Lava Jato

'Minha preocupação é saber o que é isso, do que me acusam', disse o parlamentar

Daiene Cardoso , O Estado de S.Paulo

06 de março de 2015 | 21h06

BRASÍLIA - O deputado Simão Sessim (PP-RJ) disse nesta sexta-feira, 6, ter ficado surpreso com a inclusão de seu nome na lista dos investigados da Operação Lava Jato. "Tudo bem não, né?", respondeu o deputado ao atender o telefone.


O parlamentar disse que vai constituir um advogado para saber qual a acusação contra ele. "Minha preocupação é saber o que é isso, do que me acusam. Tenho 40 anos de vida pública", indignou-se o parlamentar. 


O nome do deputado apareceu na lista de políticos que serão investigados pelo Supremo Tribunal Federal (STF), anunciada nesta sexta. Estão entre os investigados os presidentes da Câmara e do Senado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Renan Calheiros (PMDB-AL). É a primeira vez que os presidnetes da Câmara e do Senado são investigados ao mesmo tempo pelo Supremo Tribunal Federal. Além deles, também vão ser investigados pelo Supremo o ex-presidente Fernando Collor de Melo (PTB-AL) e o senador Antonio Augusto Anastasia (PSDB-MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.