Sessão de eleição da presidência da Câmara será adiada para 19h

Decisão do presidente interino da Casa, Waldir Maranhão, causou princípio de bate boca no plenário

Isabela Bonfim e Erich Decat, O Estado de S.Paulo

13 de julho de 2016 | 16h08

BRASÍLIA -  A assessoria da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados informou há pouco que a sessão que definirá o novo presidente da Casa foi adiada para as 19 horas. Inicialmente, a sessão estava marcada para as 16 horas.  A decisão foi do presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA).

O anúncio causou um princípio de bate boca no plenário. A mudanças do horário foi comunicada pelo deputado Carlos Manato (SD-ES), que presidia, naquele momento, a sessão. Ao deixar a Mesa, o deputado foi cercado por cerca de 20 outros parlamentares que o questionavam sobre a decisão.

“Não podia fazer nada. Recebi agora um documento da Secretaria-Geral da Mesa com a decisão de Waldir Maranhão”, justificou Manato ao se referir ao presidente interino da Câmara.

“Ele é um moleque. Ele é um moleque. Aqui quem manda é a maioria dos líderes que decidiram pelas 16h”, disparou o líder do PTB, Jovair Arantes (GO). “Você poderia ter tomado outra decisão, você era o presidente naquele momento. Perdeu o meu voto”, gritou outro deputado que participou do cerco a Manato. O deputado capixaba também está inscrito na disputa a presidência da Câmara.

“Não tinha nada para fazer. Só podia ler o documento e encerrar a sessão. Agora essa manobra pode ser fruto de várias hipóteses. Será que como o Rodrigo Maia era o primeiro a falar e o plenário está vazio fizeram isso?”, ponderou Manato ao Estado.

Tudo o que sabemos sobre:
Câmara dos DeputadosWaldir Maranhão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.