Servidores são exonerados após ação da PF no Amapá

As exonerações e dispensas de cinco agentes públicos que trabalhavam na Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Estado do Amapá foram publicadas na edição de hoje do Diário Oficial da União. As exonerações e as dispensas foram assinadas pelo ministro da Agricultura, Wagner Rossi. A superintendência está sob intervenção. Hoje, o fiscal federal José Conceição Ferreira Sobrinho assume oficialmente o comando da unidade, interinamente, no lugar do superintendente exonerado, Ruy Santos Carvalho.

EQUIPE AE, Agência Estado

25 de maio de 2011 | 12h24

Carvalho e os outros quatro funcionários foram presos ontem, durante operação da Polícia Federal, Controladoria-Geral da União (CGU) e Receita Federal no Amapá que apurou irregularidades em processos conduzidos pela superintendência. Segundo explica a CGU, foram analisados processos licitatórios no órgão e na Superintendência Federal de Pesca e Aquicultura do Estado. A CGU constatou problemas como sobrepreço de produtos adquiridos, falsificação de documentos, direcionamento e manipulação de licitações.

Segundo nota no Diário Oficial, perderam os cargos Ruy Santos Carvalho; Luiz Carlos Pinheiro Borges, ex-chefe da Divisão de Política, Produção e Desenvolvimento Agropecuário; e Raimundo dos Santos Cardoso, que era chefe do Serviço de Apoio Administrativo. Ainda foram dispensados Luiz Lopes Lacerda, da função de chefe da Seção de Execução Orçamentária e Financeira; e Eulina Gomes dos Santos, que chefiava o Protocolo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.