Servidores protestam em Curitiba contra reforma

Cerca de 200 servidores públicos federais fizeram uma manifestação hoje de manhã na Praça Santos Andrade, no centro de Curitiba, contra a proposta do governo de reforma da previdência. Vários servidores mantiveram a paralisação por 48 horas durante o dia, mas o serviço mais sentido em Curitiba foi o do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que atendeu somente perícias médicas.Muitos dos manifestantes estavam vestidos com uma camisa preta, onde se lia a inscrição: "Luto pelo Brasil". "Apoiamos o governo porque é do trabalhador, mas não apoiamos ações contra os trabalhadores", disse o coordenador do Sindicato dos Servidores da Justiça Federal em Curitiba, Pedro Manoel dos Santos Neto. Segundo ele, a reforma é necessária, mas precisa ser mais discutida com a sociedade. Durante a manifestação foram distribuídos adesivos para carros com a inscrição: "Somos todos Radicais contra a Reforma da Previdência".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.