Servidores lavam calçada da Funasa

Com água e sabão em pó, servidores da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) lavaram a calçada diante da sede da instituição em Manaus. A manifestação foi um ato contra as acusações de corrupção no órgão, investigadas pela Polícia Federal desde o fim de julho. Os servidores exigem rigor nas investigações e auditoria específica a fim de avaliar a suposta compra irregular de passagens aéreas e de combustível e a concessão de diárias. Segundo a Polícia Federal, de maio de 2006 a junho passado houve desvio de R$ 1,5 mil, em média, a cada 15 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.