Servidores invadem gabinete do ministro da Saúde

Servidores públicos contrários à reforma da Previdência invadiram na tarde desta quinta-feira o gabinete do ministro da Saúde, Humberto Costa. Eles exigiam uma audiência com o ministro para pedir que não corte o ponto dos funcionários públicos que estão em greve em protesto contra a reforma. A entrada de jornalistas no local foi impedida por seguranças do Ministério. Segundo funcionários do gabinete, os invasores, cerca de 30 pessoas, começaram a se retirar ao serem informados de que o ministro Humberto Costa não retornaria hoje ao prédio do ministério. Os invasores estão em frente ao prédio, ao redor de um carro de som, cantando e gritando palavras de ordem. Eles informam que são funcionários do Ministério da Saúde lotados no Rio de Janeiro. Uma integrante do comando de greve do setor de saúde, Márcia Adriana Leite, disse que os assessores de Humberto Costa prometeram aos manifestantes que eles serão recebidos no dia 5 de agosto pelo ministro interino da Saúde e no dia 7 pelo próprio ministro Humberto Costa. Os manifestantes disseram que querem reclamar ao ministro também das más condições do sistema de saúde no Rio de Janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.