Servidores fazem manifestação contra Previdência na Câmara

O deputado João Fontes (PT-SE) tentou, sem sucesso, negociar a entrada, na reunião da bancada do PT na Câmara, de servidores públicos que estão fazendo uma manifestação, na Casa, contra a reforma previdenciária. A reunião da bancada tem por objetivo fechar questão em torno do texto do relatório sobre a reforma elaborado pelo deputado José Pimentel (PT-CE). Os deputados que participam da reunião estão tendo que entrar por uma porta de fundos, porque a entrada principal do Plenário 1, local da reunião, está bloqueda por um grupo de cerca de 30 manifestantes. João Fontes disse que há cerca de 2.000 servidores protestando contra a reforma, no prédio do Congresso. Eles participaram de um seminário promovido por 50 entidades de servidores. A aposentada da Receita Federal Magda Maluf, uma das participantes da manifestação na frente do Plenário 1, disse que nunca mais votará em Luiz Inácio Lula da Silva. "Lula nunca mais!", afirmou, cobrando do presidente: "Devolva os meus votos e os meus beijos!"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.