Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Servidores do Judiciário querem mesmo tratamento dos juízes

Os servidores públicos do Judiciário dos Estados e do Distrito Federal (DF) querem receber o mesmo tratamento garantido aos juízes na reforma da Previdência Social. O presidente da Federação Nacional que congrega esses servidores, José Gozze, informou hoje que há uma emenda à proposta de reforma previdenciária propondo esse tratamento isonômico. "A nossa preocupação é que juízes e servidores da Justiça tenham o mesmo tratamento", afirmou, após audiência com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Maurício Corrêa. "Queremos que o centro seja o Judiciário como um todo". Gozze disse que, se os juízes conseguirem convencer o governo a permitir a criação de um fundo de previdência complementar para eles, os servidores também vão querer participar disso. "Se tivermos a criação de qualquer fundo, que seja do Poder", disse Gozze. É tudo o que os magistrados não querem: um fundo de pensão que englobe uma categoria mais ampla, com salários diferentes.

Agencia Estado,

24 de julho de 2003 | 20h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.