"Servi numa certa época. Agora não sirvo mais" diz Waldomiro

O ex-subchefe de Assuntos Parlamentares da Casa Civil e ex-presidente da Loterj, Waldomiro Diniz, acusou o bicheiro Carlos Cachoeira de "aproveitador de um momento político" por ter usado somente agora a fita em que aparece negociando a participação de 1% no faturamento da empresa. "A fita foi usada porque não cedi ao que ele queria e não tinha direito", disse.Segundo ele, Cachoeira ganhou a licitação para explorar a loteria online no Rio e, paralelo a isso, poderia desenvolver novos jogos. "Mas o que ele queria era apenas fazer a videoloteria e nada mais que isso, nem mesmo o que estava previsto no contrato", disse. "Servi numa certa época e agora não sirvo mais".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.