Alex Ferreira/CÂMARA DOS DEPUTADOS
Alex Ferreira/CÂMARA DOS DEPUTADOS

Serraglio reassume hoje mandato de deputado, após recusar ministério

Com volta do ex-ministro à Câmara, Rodrigo Rocha Loures volta à condição de suplente e perde foro privilegiado

Daiene Cardoso, O Estado de S.Paulo

01 de junho de 2017 | 12h32

BRASÍLIA - O ex-ministro da Justiça Osmar Serraglio (PMDB-PR) reassumiu nesta quinta-feira, 1, o mandato de deputado federal na Câmara. Com o retorno de Serraglio, Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), que estava afastado por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), perde o foro privilegiado porque volta à condição de suplente.

Serraglio não veio pessoalmente à Câmara reassumir o mandato, enviou um funcionário para comunicar oficialmente seu retorno. O peemedebista, que foi substituído por Torquato Jardim no Ministério da Justiça, está evitando entrevistas e diz que "não é o momento de falar".

ENTENDA: STF PODE NÃO ENTREGAR LOURES PARA 1ª INSTÂNCIA

Nesta quarta-feira, o líder da bancada do PMDB na Câmara, Baleia Rossi (SP), disse ao Broadcast Político que está "absolutamente descartada" a possibilidade de um parlamentar do PMDB paranaense ocupar qualquer ministério, seja a pasta da Cultura ou da Transparência, liberando assim vaga para Rocha Loures assumir um mandato. Investigado na Lava Jato, Rocha Loures ocupava a vaga de titular de Serraglio desde março. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.