Serra volta a criticar Dilma por ter trocado programa

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, retomou ontem as críticas à candidata do PT, Dilma Rousseff, por ter "voltado atrás" em seu programa de governo. "Nós não temos essa dupla cara. Uma hora é aliado do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), noutra é inimigo. Uma hora defende o fim da liberdade de imprensa, noutra prega a imprensa livre. Nossos programas são setoriais e sempre coerentes", disse.

AE, Agência Estado

13 Julho 2010 | 10h48

O primeiro programa registrado pelo PT no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no último dia 5, tinha 19 páginas com resoluções do 4.º Congresso do partido, realizado em fevereiro. Todas as folhas foram rubricadas por Dilma. A petista, porém, disse que o primeiro programa entregue "foi um erro" do PT e que teria rubricado a versão sem ler o que estava escrito.

Serra participou ontem de uma caminhada em Venda Nova, região norte de Belo Horizonte, ao lado do ex-governador Aécio Neves (PSDB), que é candidato ao Senado, e do atual governador e candidato ao Palácio da Liberdade Antonio Anastasia. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.