Serra: Virgílio tem direito a candidatar-se à Presidência

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), confirmou ter sugerido que o nome do senador Arthur Virgilio (PSDB-AM) seja testado pelo partido na próxima pesquisa que for encomendada sobre as eleições presidenciais de 2010. Ontem, após reunir-se com o governador, no Palácio dos Bandeirantes, o senador disse que Serra apoiava sua intenção de lançar a pré-candidatura para a Presidência da República, tanto que havia sugerido ao presidente nacional do partido, senador Sergio Guerra (PE), que testasse a aceitação do nome de Virgilio já na próxima pesquisa. "É verdade, eu sugeri. Ele tem todo o direito. Não tenho nenhuma objeção a esse respeito e acho até interessante", disse Serra.O governador ainda rejeitou a idéia de que sua decisão de exonerar todos os 12 membros do Centro Estadual de Trânsito (Cetran) possa ser considerada autoritária. "Alguns dos cargos do Cetran são cargos de confiança do governador. Por outro lado, eles estavam em situação irregular sob o ponto de vista legal. Há inclusive uma resolução do Supremo Tribunal Federal (STF) que respalda a nossa decisão. Aquilo que está dentro da legalidade não pode ser considerado autoritário", explicou. Na avaliação de Serra, as decisões do Cetran a respeito do rodízio de São Paulo iriam inviabilizá-lo. "Não tem cabimento", finalizou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.