Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Serra vai à manifestação contra o governo em SP

Senador tucano foi muito assediado e teve o nome conclamado pelos ativistas; 'A manifestação é uma demonstração de impaciência, as pessoas ficam muito contentes de me ver aqui. Quase a totalidade são meus eleitores', disse

PEDRO VENCESLAU, O Estado de S. Paulo

16 de agosto de 2015 | 17h12

SÃO PAULO - O senador José Serra (PSDB-SP) chegou por volta das 16 horas à Avenida Paulista, região central de São Paulo, e deu uma volta em torno do carro de som do movimento Vem Pra Rua. Foi muito assediado e teve o nome conclamado pelos ativistas. "A manifestação é uma demonstração de impaciência. As pessoas ficam muito contentes de me ver aqui. Quase a totalidade são meus eleitores. A manifestação é pacífica, sem governo ou sindicato por trás. Nas manifestações antigas, eu me lembro, tinha governo, sindicato, patrocínio. Eu me lembro. Hoje, não tem. Não tem partido. É um imenso grau de espontaneidade", exaltou.

"O Brasil está numa situação difícil, Estados e municípios em frangalhos. Governo federal perdido. Quando governo não tem rumo, nenhum caminho leva a nenhum lugar", afirmou. Sobre a aproximação do presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), com a presidente Dilma Rousseff, Serra minimizou: "São movimentações que acontecem toda semana na política. O problema do governo é muito mais profundo."

Tudo o que sabemos sobre:
ManifestaçãoSerragovernoprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.