Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Reprodução
Reprodução

Serra usa denúncia contra Russomanno em seu site pela 1ª vez

Campanha tucana reproduziu reportagem que acusa atual líder das pesquisas de pagar funcionária particular com dinheiro público; candidato do PRB não comentou a publicação

Bruno Boghossian, de O Estado de S.Paulo

20 de setembro de 2012 | 14h13

A campanha do candidato do PSDB a prefeito de São Paulo, José Serra, reproduziu em seu site oficial uma reportagem que acusa o líder nas pesquisas de intenção de voto, Celso Russomanno (PRB), de pagar uma funcionária de sua produtora com dinheiro público. É a primeira vez que o candidato tucano usa uma denúncia em sua página na internet para atingir o candidato do PRB.

O texto no site de Serra cita informações publicadas na última edição da revista Época, que aponta que Russomanno pagou uma indenização de R$ 205 mil a Fabiane Ensinas Brejan para encerrar um processo trabalhista contra Russomanno. A reportagem afirma que a funcionária recebeu salário pelo gabinete de Russomanno na Câmara dos Deputados entre setembro e dezembro de 2010, mas que trabalhava para a família do candidato e para serviços eleitorais.

Na reportagem, Fabiane alega que doze funcionários da família de Russomanno também recebiam pela Câmara. Seu salário no gabinete era de R$ 3.141,62.

A revista diz ainda que Fabiane sofreu assédio moral quando trabalhou para Russomanno. "Consta dos autos que Russomannno a ofendia, aos gritos, chamando-a de 'burra' e de 'anta'", diz o texto. Procurado pela publicação, o candidato do PRB não quis comentar as informações.

Serra tem feito apenas críticas pontuais a Russomanno. Nas últimas semanas, o tucano preferiu centrar suas críticas no PT de Fernando Haddad, com quem disputa uma vaga no segundo turno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.