Serra unirá PSDB e DEM em viagens pelo Nordeste

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), visitará o Nordeste na próxima semana. Em reunião ontem com lideranças nacionais do DEM, Serra acertou uma viagem à Bahia, para segunda-feira, e outra ao Rio Grande do Norte, em setembro. O objetivo é usar a presença de Serra, provável candidato à Presidência da República em 2010, para consolidar e fortalecer alianças recentes entre DEM e PSDB nos dois Estados. Há alguns meses, os partidos, juntos na oposição no plano federal, eram adversários nesses locais.Na Bahia, Serra combinará a assinatura de um convênio na área tributária com o governo de Jacques Wagner (PT) e um evento partidário que reunirá lideranças do PSDB e DEM, que até pouco tempo estavam em lados opostos no Estado, caso do deputado Jutahy Magalhães Junior (PSDB) e ACM Neto (DEM). Os dois partidos tentarão derrotar Jacques Wagner na próxima eleição. Na conversa de ontem com o presidente nacional do DEM, Rodrigo Maia, o senador José Agripino (DEM-RN) e o deputado ACM Neto, o governador confirmou a visita ao Rio Grande do Norte para setembro, ainda sem data definida. Lá a construção da aliança entre os dois partidos também foi conturbada. O PSDB fazia parte da base do governo Wilma de Faria (PSB) até há poucos meses. O DEM sempre foi oposição. No início deste ano, os tucanos selaram uma parceria com o DEM para 2010 e anunciaram o desembarque da máquina estadual. O problema é que parte do tucanato local continua no governo e a ida de Serra ao Estado para um evento com o DEM ajuda a descolar a imagem do PSDB do governo de Wilma. "Não há dúvida de que a presença dele no Estado ao lado das lideranças do partido (DEM) vai fortalecer e muito a aliança que firmamos há pouco tempo", disse Agripino. A cúpula do DEM deixou a sede do governo paulista sem dar entrevista. O acerto desses palanques regionais é considerado peça-chave para organizar a campanha presidencial da chapa DEM-PSDB e derrotar a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. O retorno de Serra ao Nordeste acontecerá uma semana após a última visita, quando esteve em Pernambuco e Ceará. O PSDB já traçou um plano para "nordestinizar" seus pré-candidatos à Presidência, Serra e o governador de Minas Gerais, Aécio Neves. As visitas à Bahia e Rio Grande do Norte também têm esse objetivo. O senador Sérgio Guerra (PSDB-PE), o secretário da Casa Civil, Aloysio Nunes Ferreira, e o vice-governador Alberto Goldman também participaram da reunião de ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.