Serra terá papel decisivo na campanha, diz Alckmin

O ex-governador e pré-candidato a prefeito de São Paulo, Geraldo Alckmin, destacou há pouco a importância do papel do governador José Serra no acordo efetivado ontem à noite, que referendou sua pré-candidatura. "Serra, como eu, é fundador do partido", afirmou. Questionado se o governador teve papel decisivo, disse que "terá na campanha e terá na vitória".Em coletiva encerrada há pouco, Alckmin disse ter acompanhado discursos de demais integrantes do PSDB e afirmou que não houve interferência de cima ou acordo para definição de um candidato próprio. "A minha candidatura é da base. É da alma do partido", salientou.Alckmin também vai apoiar os vereadores, mesmo aqueles que defendiam a candidatura do atual prefeito Gilberto Kassab. "Eu estarei com todos eles. Vou fazer campanha para todos", afirmou.Também disse que não há dissidência no partido, e segundo ele é natural que haja divergência antes da convenção.Ele também afirmou que, vencendo, irá cumprir os quatro anos de mandato e também acrescentou que o governador Serra poderá contar com ele em 2010. Ao ser questionado sobre o apoio ao governador mineiro Aécio Neves, disse que vai trabalhar para unir os dois. "Os três, pois também temos o Arthur Virgilio", salientou.Logo após a coletiva de Alckmin, o presidente do PSDB, senador Sergio Guerra (PSDB-PE), reforçou que a unidade do PSDB em São Paulo, é vital para as eleições de 2010. "É importante não fragilizar", disse. Ele também afirmou que o governador José Serra sai fortalecido da decisão de lançar candidato único para a prefeitura paulistana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.