Serra: 'tempo de TV para vereador não tem importância'

O pré-candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSDB, José Serra, afirmou neste sábado que a conquista de cadeiras na Câmara Municipal passa pelo corpo-a-corpo dos candidatos nas ruas. "O tempo da TV para os vereadores não tem importância nenhuma. Tem muito folclore, nas duas, três aparições (na TV). A eleição se ganha nas ruas, nas casas, nas entidades de bairro", afirmou, durante discurso na Convenção do PV que ratifica o apoio da legenda a sua candidatura.

RODRIGO PETRY, Agência Estado

16 Junho 2012 | 14h16

Serra fez essa declaração em meio a uma disputa entre um grupo do PSDB que apoia uma aliança com as siglas aliadas para a escolha de candidatos a vereador e outro grupo que é contrário.

Na saída do evento, em entrevista a jornalistas, Serra afirmou que um "chapão", na eleição proporcional, é uma tendência normal das alianças partidárias. "Estamos discutindo isso. Há posições diferentes e podemos chegar a um consenso", afirmou.

Sobre o provável apoio do PP, partido do ex-prefeito Paulo Maluf, ao candidato do PT, Fernando Haddad, Serra evitou fazer comentários, dizendo apenas: "Cada um faz alianças e vai para onde achar melhor".

Em relação à escolha do seu vice, Serra disse que a "questão envolve elementos de natureza política, de alianças e outras considerações".

Na convenção de hoje, o PV indicou o secretário de Meio Ambiente de São Paulo, Eduardo Jorge, como possível vice de Serra. O tucano elogiou a indicação e disse ser "um dos nomes possíveis".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.