Serra silencia sobre possível escolha de Dias para vice

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, fez hoje uma passagem relâmpago por Campinas, no interior de São Paulo, em meio a lideranças políticas locais, torcedores brasileiros uniformizados e jovens que defendem os direitos dos homossexuais. O candidato se mostrou amistoso e disponível para fotografias com correligionários, eleitores e até fãs. Ele ainda falou rapidamente com a imprensa e evitou comentários sobre a provável candidatura do senador Alvaro Dias à vice-presidência.

TATIANA FÁVARO, Agência Estado

25 de junho de 2010 | 16h05

"O assunto do vice está sendo encaminhado pelo presidente (do PSDB) Sérgio Guerra, inclusive agora em contato com os outros partidos. É ele que fala a esse respeito. Tudo o que eu disser pode dar origem a mal-entendidos ou a especulações, de modo que eu deixo por conta dele", disse o tucano.

Serra também se esquivou de comentar pesquisas e o avanço da candidata do PT à presidência, Dilma Rousseff. "Sobre pesquisa, como sempre, em qualquer circunstância, eu não costumo comentar porque pesquisa vai, pesquisa vem, ora é um resultado, ora é outro. A campanha começa mesmo a acelerar depois da Copa do Mundo e, principalmente, a partir de agosto", afirmou.

Serra também reiterou a importância da ampliação do Aeroporto Internacional de Viracopos, questão relevante para a região.

O candidato do PSDB ao governo do Estado, Geraldo Alckmin, manteve o discurso alinhado e disse que espera uma eleição bastante disputada. "O Lula não é candidato, o que é uma grande diferença. O Presidente da República não é candidato desta vez, não há reeleição", disse Alckmin.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçãoJosé SerraviceAlvaro Dias

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.