Serra: R$ 50 bi para transporte é 'apenas anúncio'

O ex-governador de São Paulo, José Serra (PSDB), questionou o anúncio da presidente Dilma Rousseff (PT), de que irá destinar R$ 50 bilhões para investimentos em transporte coletivo. "Esses R$ 50 bilhões não existem, é apenas um anúncio. Onde eles estão? No cofre? No BNDES?", indagou ao participar do programa Roda Viva, na TV Cultura, na noite desta segunda-feira.

GUILHERME WALTENBERG, Agência Estado

25 Junho 2013 | 01h25

Para ele, uma das soluções para melhorar o transporte seria interromper a construção do trem-bala entre São Paulo e o Rio de Janeiro. "Se fosse eu, amanhã cancelaria o trem-bala e anunciaria que tudo iria do trem-bala para o metrô", disse, após citar que o projeto deve consumir cerca de R$ 70 bilhões no total.

Questionado se é possível tornar o transporte coletivo gratuito, como pedem alguns dos manifestantes dos protestos que tomar as ruas de diversas cidades brasileiras nos últimos dias, Serra disse apenas que, nesse caso, o transporte teria de ser estatizado. Ele disse já ter defendido a redução de impostos dos transportes como maneira de reduzir o preço. "Se você tirar impostos, você pode diminuir (o preço). Eu já defendi isso", afirmou.

Mais conteúdo sobre:
SerratransporteDilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.