Serra: PT usa técnica do 'pega ladrão' no caso de dossiê

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, acusou hoje o partido de sua adversária Dilma Rousseff, o PT, de usar contra ele a técnica do "pega ladrão". "O sujeito bate a carteira de alguém, enfia a carteira no bolso e sai gritando: ''Pega ladrão, pega ladrão''", disse Serra, após fazer campanha em Cidade Tiradentes, na zona leste de São Paulo. O tucano acusou os petistas de fazerem "jogo sujo de campanha".

CAROLINA FREITAS, Agência Estado

31 de agosto de 2010 | 18h43

Questionado sobre a tentativa de Dilma de devolver as críticas ao PSDB sobre quebra de sigilo e confecção de dossiês, Serra reagiu: "O PT está seguindo a estratégia de sempre: as vítimas são culpadas. Tudo foi feito em proveito da campanha dela, organizado pela campanha dela." Em entrevista dada ontem ao Jornal da Globo, da TV Globo, Dilma acusou o PSDB ter "um trajetória de vazamento e grampo impressionante".

Ao falar sobre dossiês supostamente feitos pelo PT, Serra citou um dos coordenadores da campanha de Dilma em Minas Gerais, o ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel. "Aquele dossiê sujo que eles estavam preparando, organizado pelo Fernando Pimentel, já tinha os dados das quebras de sigilo."

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2010José SerradossiêPTSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.