Serra passa por exames após se ferir em tumulto no Rio

O candidato à Presidência da República José Serra (PSDB) deu entrada no Hospital Samaritano, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro, para realização de exames clínicos. Serra levou uma pancada na cabeça que o deixou levemente nauseado e tonto, segundo o médico que o atendeu, Jacob Kligerman, na Clínica Sorocaba, no mesmo bairro.

GABRIELA MOREIRA, Agência Estado

20 de outubro de 2010 | 17h04

Especialista em cabeça e pescoço, Kligerman recomendou que o candidato cancele sua agenda de campanha para as próximas 24 horas. "Ele levou uma pancada do lado direito da cabeça e está bem. Exame de ressonância magnética identificou que a pancada não teve grande consequência, mas recomendei repouso", disse o médico.

Serra estava acompanhado do vice de sua chapa, Indio da Costa (DEM), do candidato derrotado ao Senado Marcelo Cerqueira (PPS), do ex-deputado federal Ronaldo Cezar Coelho, e do presidente do DEM, o deputado federal Rodrigo Maia (RJ). O presidenciável tucano cancelou uma visita ao Maracanã.

O presidenciável se feriu durante uma briga generalizada entre militantes petistas e cabos eleitorais de Serra, hoje, no calçadão de Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro. De acordo com a assessoria do tucano, ele foi atingido por uma bandeira na cabeça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.