Paulo Giandalia/AE
Paulo Giandalia/AE

Serra nega tentativa de acabar com as prévias do PSDB em São Paulo

'Não vou fazer um apelo para que eles sigam, mas acho bom que sigam e haja a disputa', disse

Gustavo Uribe, da Agência Estado,

07 de março de 2012 | 20h56

SÃO PAULO - O pré-candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo José Serra avaliou na noite desta quarta-feira, 7, que o processo de prévias para a escolha do nome da sigla ganhou uma legitimidade muito grande e considerou como positivo que os outros dois pré-candidatos do PSDB, José Aníbal e Ricardo Tripoli, sigam na disputa. O tucano, que participa de encontro com militantes do partido, negou que haja uma tentativa de acabar com a eleição interna e refutou que exista um racha no PSDB devido às prévias.

"Eu mesmo fui um dos principais defensores das prévias, isso no começo do ano passado", afirmou Serra. "Eu não vou fazer um apelo para que eles sigam, mas eu acho bom que sigam e tenha a disputa", acrescentou.

O ex-governador de São Paulo não quis comentar a alfinetada dada nesta quarta-feira pelo pré-candidato do PT, Fernando Haddad, durante assinatura de uma carta-compromisso com o desenvolvimento sustentável de São Paulo. O petista disse, no evento, que há políticos que cumprem e políticos que fogem de compromissos assumidos, numa referência ao fato de Serra ter deixado a Prefeitura de São Paulo em 2006 para concorrer ao governo estadual.

Serra comentou crítica feita na terça-feira por Haddad, segundo a qual o ritmo de ampliação da rede metroviária na capital paulista é lento. No ataque, o petista ressaltou que, no atual ritmo, São Paulo demorará 65 anos para ter o metrô equivalente ao da cidade do México, em termos de extensão.

"Na cidade do México, o governo federal investe. Em Buenos Aires, Nova York e Pequim, o investimento do metrô é bancado de 50% a 100% pelo governo nacional", rebateu Serra. O ex-governador de São Paulo ressaltou que o ritmo atual do metrô paulistano é o mais acelerado de sua história. "Em São Paulo, o metrô é bancado pelo governo estadual historicamente, e mais recente, com a ajuda da Prefeitura de São Paulo", explicou.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesSPSerraprévias

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.