Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Serra minimiza pesquisa que aponta empate técnico com Russomanno

'Tem muita coisa para acontecer ainda; o horário eleitoral ainda não começou. Vamos batalhar pela liderança', afirmou o candidato

Francisco Carlos de Assis / AE,

21 de julho de 2012 | 15h16

O candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra, minimizou hoje à tarde o resultado da pesquisa Datafolha que aponta empate técnico entre ele e Celso Russomanno. O candidato do PRB está quatro pontos abaixo do tucano, que tem 30% das intenções de voto. "Tem muita coisa para acontecer ainda; o horário eleitoral ainda não começou. Vamos batalhar pela liderança", afirmou durante campanha no extremo sul da capital paulista.

Sobre o aumento do porcentual de rejeição a seu nome, de 32% para 37%, Serra avalia que quando começarem o horário eleitoral e os debates entre candidatos será possível ao eleitor conhecer melhor os concorrentes. "Não quero falar muito sobre isso porque tudo o que eu falo vira manchete", disse. Questionado sobre a possibilidade de uma polarização entre PSDB e PT na campanha pela prefeitura paulista, o candidato se esquivou dizendo apenas: "Quem diria no começo da campanha que isso (o empate técnico com o candidato Russomanno) iria acontecer?"

Serra chegou ao Jardim Parque dos Lagos, às margens da represa Billings, no início da tarde, em meio a comentários sobre um ataque criminoso a uma base da Polícia Militar na noite da sexta-feira (20). Questionado sobre a falta de segurança, Serra admitiu que há muito o que fazer. "Deve ter problemas porque não há como resolver tudo de uma vez", declarou.

Serra esteve no local para visitar uma obra de urbanização às margens da represa, conhecida como Cantinho do Céu. O candidato disse que pagava uma dívida para ele mesmo ao visitar o local, já que a obra começou a ser realizada quando ainda era prefeito de São Paulo. "Há anos as pessoas não conseguiam chegar aqui. Foi uma recuperação exemplar que recebeu prêmios internacionais e foi uma obra realizada em conjunto com a prefeitura de São Paulo, governo do Estado, governo federal e teve participação da prefeitura de São Bernardo", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.