Serra minimiza crise em torno da indicação de vice

O candidato à Presidência pelo PSDB, José Serra, esteve hoje em Santos para assistir ao jogo do Brasil contra o Chile, ao lado do candidato tucano ao governo paulista, Geraldo Alckmin. Serra, que é palmeirense, assistiu à vitória brasileira na sede do Santos Futebol Clube, time de Alckmin. Assistiram ao jogo também Orestes Quércia (PMDB) e Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), candidatos ao Senado.

ADRIANA CARRANCA, ENVIADA ESPECIAL, Agência Estado

28 de junho de 2010 | 20h12

Perguntado se só decidirá o nome do seu candidato a vice aos 45 minutos do segundo tempo, Serra desconversou. "Não vou falar sobre isso. Vim aqui para falar de futebol", declarou. Ele também tentou minimizar a crise com o DEM por conta da indicação do senador tucano Alvaro Dias (PR) para seu vice. "Não se preocupe, nós vamos ter um bom entendimento."

Ao lado de Serra durante a partida do Brasil contra o Chile, o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, disse que "não se pode fazer gol contra agora". Freire evitou citar nomes ou partidos, mas deixou claro que estava falando da reação do DEM após a divulgação de que o vice de Serra deverá ser o tucano Alvaro Dias.

"O melhor que a gente faz agora é não atrapalhar. Será do Serra a última palavra", disse Freire, afirmando ainda ter sido consultado na sexta-feira pelo presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, sobre o que achava da indicação de Dias para vice. "Ele me consultou, sim. Estamos falando nisso há muito tempo. Mas tem gente que fica querendo fazer gol contra. Isso não pode. Temos de esperar uma definição de Serra. E o Alvaro Dias é, sim, um bom nome para vice."

Seleção

Sobre a vitória sobre o Chile, Serra elogiou a velocidade e o entrosamento do time brasileiro contra um adversário "caloroso". Casado com uma chilena e com um filho nascido no Chile, ele disse que embora a família simpatize com o time adversário a torcida é mesmo para o Brasil. Assim que saiu o primeiro gol do Brasil, Serra enviou uma mensagem para o filho chileno.

Na opinião de Geraldo Alckmin, este foi até agora o melhor jogo do Brasil na Copa. Antes de seguir para a Vila Belmiro, Alckmin fez uma visita ao centro antigo de Santos. Serra foi direto para o estádio assistir ao jogo.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçãoJosé Serravice

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.