Gabriela Bilo/Estadão
Gabriela Bilo/Estadão

Serra lamenta, mas diz entender saída de Matarazzo do PSDB

Vereador, que disputava as prévias do partido para concorrer à Prefeitura de São Paulo, anunciou desfiliação da sigla nesta sexta-feira

O Estado de S.Paulo

18 de março de 2016 | 19h01

O senador tucano José Serra afirmou nesta sexta-feira, 18, que lamenta a saída do vereador Andrea Matarazzo do PSDB. "Fiquei muitíssimo triste com a decisão do Andrea. É um grande quadro com uma longa folha de serviços prestados ao País. Lamento muito, mas entendo as razões dele."

O vereador Andrea Matarazzo anunciou na manhã desta sexta-feira, 18, sua saída do PSDB, partido do qual era filiado desde 1993. O agora ex-tucano disputava as prévias da legenda que definirá o nome do candidato da sigla na disputa pela Prefeitura de São Paulo.

Nos bastidores do PSDB, Serra é apontado como um dos motivos da saída de Matarazzo, de quem é uma espécie de padrinho político, do partido. Pelo fato de o vereador ter o apoio de Serra, o governador Geraldo Alckmin decidiu lançar o empresário João Doria como pré-candidato em busca de marcar uma posição em relação à eleição presidencial de 2018.

Apesar de negarem publicamente, Alckmin e Serra alimentam o sonho de concorrer novamente ao Planalto.

Tudo o que sabemos sobre:
PSDBSerraGeraldo AlckminJoão Doria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.