Serra fará discurso no plenário do senado

O ministro da Saúde, José Serra, que deixa o Ministério na quinta-feira, fará na próxima semana, no plenário do Senado, ?um discurso para o País? em que pretende, já na condição de pré-candidato do PSDB à presidência da República, fazer uma análise do quadro nacional, das opções do Brasil, um balanço do que foi feito até agora pelo governo Fernando Henrique e do que ainda precisa ser implementado.Serra está trabalhando no texto desse discurso, que considera mais político do que os dois discursos anteriores que fará, um deles ao se despedir do ministério e outro na convenção do PSDB, dia 24.No discurso aos tucanos, o ministro vai conclamá-los à mobilização partidária para a campanha que se inicia e, na transmissão de cargo a seu sucessor - o atual secretário-executivo do Ministério da Saúde, Barjas Negri, convidado na última sexta-feira pelo presidente Fernando Henrique para o cargo -, fará um balanço de sua gestão à frente do ministério da Saúde.A cerimônia será realizada na próxima quinta-feira, às 15h, no Centro de Treinamento do Banco do Brasil. Nesta segunda-feira, Serra assinou com o governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz, um protocolo de intenções para conclusão da construção do Hospital do Paranoá, no DF, no valor de R$ 9 milhões.O hospital terá capacidade para atender cerca de 250 mil habitantes do DF e vizinhanças. Do total de recursos, R$ 6 milhões serão repassados pelo ministério, e o R$ 3 milhões pelo governo do DF, como contrapartida. Já no dia 26 de março, quando Serra já terá retornado ao Senado, serão inaugurados três blocos - laboratório, ambulatório e pronto-socorro - dos cinco blocos do hospital, cujas obras estão paralisadas desde 1994.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.