Serra exalta parceria com Kassab

Segundo governador, nunca houve entendimento tão estreito

Roberto Almeida, O Estadao de S.Paulo

01 de julho de 2008 | 00h00

O governador José Serra (PSDB) exaltou ontem sua parceria com o prefeito Gilberto Kassab, após anunciar, ao lado do candidato do DEM à reeleição, o início das obras do Programa Recuperação de Mananciais, que conta com investimentos de R$ 1,22 bilhão - recursos do Estado, do município e do governo federal. "Nunca houve uma parceria tão estreita entre o governo do Estado e a prefeitura", afirmou Serra.O programa promete sanear os problemas de infra-estrutura e urbanismo da região da Represa Guarapiranga, que também será despoluída. No evento, nas proximidades da represa, governador e prefeito demonstraram, mais uma vez, o espírito de comunhão entre os dois, posando para fotos em uma retroescavadeira. Kassab foi veemente ao negar que o anúncio tivesse cunho eleitoral. "Não estamos em um evento de campanha. Estamos em um evento administrativo pela cidade de São Paulo", disse.PROGRAMA ELEITORALAnimado com a proximidade da abertura oficial da campanha, marcada para domingo, o candidato falou abertamente sobre suas condições de continuar no cargo e admitiu que usará imagens de Serra no programa eleitoral. "Meu governo tem sido em conjunto com ele, é uma administração que se iniciou com ele", afirmou. "É evidente que terei as imagens de Serra comigo."Kassab respondeu ainda às críticas da ex-prefeita e candidata do PT à prefeitura, Marta Suplicy. "Acho muito estranho que os outros candidatos façam críticas e tenham esquecido que foram prefeitos - ou prefeita", afirmou. "A ex-prefeita Marta Suplicy fala que nosso governo foi de ?enrolação social?. As pessoas não podem esquecer que ocuparam o cargo de prefeito ou outros que ocuparam o cargo de governador."Seu discurso, até o momento, é centrado em um esquema propositivo. Para isso, o prefeito pretende mostrar os feitos de sua gestão e compará-los às idéias dos adversários. "Sendo que nossos adversários já ocuparam cargos de governador e de prefeito, eu queria que eles mostrassem o que já fizeram pelo metrô, Rodoanel, saúde, educação, funcionalismo", afirmou Kassab.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.