Davyvison Nunes/JC Imagem 10.11.2011
Davyvison Nunes/JC Imagem 10.11.2011

Serra: escolha de candidato do PT não apressa PSDB

Para ex-governador, as prévias são a melhor opção para o PSDB

Anne Warth, de Agência Estado

11 de novembro de 2011 | 12h43

O ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) disse nesta sexta-feria, 11, que a escolha do ministro da Educação, Fernando Haddad, como candidato do PT a prefeito da capital paulistas nas eleições de 2012 não muda a situação do PSDB nem vai apressar a escolha pelo partido de seu representante na disputa. Serra defendeu a realização de prévias para a definição do nome tucano que disputará o cargo e voltou a negar que tenha a intenção de concorrer à sucessão do prefeito Gilberto Kassab (PSD).

"Minhas preocupações são com relação ao Brasil. Eu estou focado na questão brasileira, e não municipal", afirmou, após participar da cerimônia em que o médico Roberto Kalil Filho foi nomeado professor titular do Departamento de Cardiopneumologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

Na avaliação de Serra, as prévias são a melhor opção para o PSDB, uma vez que o partido possui muitos pré-candidatos. Concorrem pela indicação do partido o deputado federal Ricardo Trípoli; o secretário estadual de Cultura, Andrea Matarazzo; o secretário estadual de Energia, José Aníbal; e o secretário estadual de Meio Ambiente, Bruno Covas.

Para o ex-governador, as primárias são um avanço para o partido. "Estão marcadas as prévias e devemos ir para as prévias", afirmou. "Acho bom porque isso mobiliza todo o partido e toda a militância."

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012SPPSDBJosé Serra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.