Serra encerra entrevista ao ser questionado sobre candidatura

O prefeito de São Paulo, José Serra (PSDB), interrompeu neste domingo uma entrevista coletiva ao ser questionado se pretendia permanecer no cargo até o fim da administração. "Ai meu Deus. Quando querem encerrar uma entrevista vocês já sabem o que perguntar", disse ele, encerrando a entrevista de cerca de quinze minutos sobre as áreas verdes da cidade.Em evento no Parque do Ibirapuera, Serra, apontado como um dos candidatos do PSDB à sucessão de Lula, assinou decreto para desapropriação de áreas para criação e ampliação de parques nas regiões da Paulista, do Parque da Independência (Museu do Ipiranga) e de Itaquera, além de determinar como de utilidade pública uma área da Cohab ao lado do Parque do Carmo. Também lançou o Mapa Verde - Guia dos Parques Municipais de São Paulo.Em seu discurso, criticou a administração anterior, da petista Marta Suplicy, dizendo que ela havia prometido criar e ampliar sete parques na cidade, mas não tirou nenhum projeto do papel. Afirmou também que Marta não quis declarar como de utilidade pública uma área próxima ao Museu do Ipiranga, cedendo a pressões das imobiliárias. "Foi tudo jogo eleitoral da Marta", afirmou.Com as medidas anunciadas hoje, a intenção da Prefeitura é ampliar em 33% a área de parques municipais paulistanos. Foi justamente quando perguntado se pretendia acompanhar a expansão das áreas verdes até o fim de sua administração que Serra decidiu interromper a entrevista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.