Serra e Tasso põem as mangas de fora para 2002

O ministro da Saúde, José Serra, e o governador cearense Tasso Jereissati já começam a movimentar-se para obter a indicação, pelo PSDB à sucessão presidencial do ano que vem. Embora continue recusando entrevistas para falar de política, sob a alegação de que ainda é cedo para tratar do tema, nos bastidores Serra dedica boa parte do tempo para viabilizar seu nome e já escolheu até mesmo o marketeiro Nelson Biondi, ex-parceiro de Duda Mendonça nas campanhas malufistas, para cuidar de sua imagem. E, numa prova a mais de seu ânimo, tem tido freqüentes conversas com o cientista político Marcos Coimbra, do Instituto Vox Populi.Tasso deixa o casuloO governador do Ceará, Tasso Jereissati, também saiu do casulo e tem conversado muito com lideranças tucanas e empresariais. Sua movimentação, na semana passada, não deixou dúvidas: ele está mesmo no páreo, para disputar com Serra a indicação.Malan, Paulo Renato e AécioEm seu comentário político para o ?Jornal das Dez?, da Globo News, a jornalista Cristiana Lobo disse haver poucas dúvidas de que o jogo entre os tucanos será travado entre Serra e Jereissati. "Malan já está fora do jogo, porque ele mesmo diz isso. Paulo Renato deve ser candidato a uma eleição para o Congresso, e Aécio Neves não entrou para a disputa", avaliou a jornalista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.