Serra e Dilma continuam em empate técnico, aponta Datafolha

Tucano tem 37% das intenções de voto, contra 36% de Dilma; margem de erro é de dois pontos

estadão.com.br,

24 Julho 2010 | 01h14

SÃO PAULO - Os candidatos à Presidência José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) permanecem tecnicamente empatados, segundo pesquisa Datafolha realizada entre os dias 20 e 23 de julho e publicada neste sábado, 24, pelo jornal Folha de S. Paulo. O tucano aparece com 37% das intenções de voto, contra 36% de Dilma. Marina Silva, do PV, tem 10%. A margem de erro é de dois pontos porcentuais.

 

Veja também:

Dilma abre 8 pontos à frente de Serra, diz Vox Populi

Marta lidera disputa pelo Senado em SP, diz Datafolha

Resultados do Datafolha para MG, BA, PR, DF e PE

Datafolha mostra Alckmin na frente em SP, Cabral no Rio e Tarso no RS

 

O candidato do PSOL, Plínio de Arruda Sampaio, pontuou pela primeira vez nas pesquisas, com 1%. Zé Maria (PSTU) também tem 1%. Mais quatro candidatos de partidos nanicos à disputa presidencial foram incluídos pelo Datafolha, mas não alcançaram 1%.

Segundo o Datafolha, o porcentual de eleitores que afirmaram votar em branco ou nulo se manteve em 4%. Os votos indecisos somam 10%, contra 9% da pesquisa anterior.

A pesquisa Datafolha foi realizada entre os dias 20 e 23 de julho e ouviu 10.905 eleitores de 379 municípios em todos os Estados, exceto Roraima. O levantamento, registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo nº 19.890/2010, teve custo de R$ 194 mil e foi contratado pelas empresas Folha da Manhã e Globo Comunicação e Participações.

Na pesquisa espontânea, quando o entrevistado responde em quem pretende votar sem ver a lista de candidatos, a petista lidera com 21%, contra 16% de Serra na terceira semana oficial de campanha. Marina Silva avança pouco: 2% em abril, 3% em maio e junho, e, agora, 4%.

Ainda na espontânea, Dilma também teria a seu favor as respostas dos 4% que declaram querer votar no presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Outros 3% responderam ter intenção de escolher o "candidato de Lula" e 1% quer um "candidato do PT".

Na sondagem sobre intenção de voto espontânea, os eleitores indecisos somam 46%, contra 42% da última pesquisa.

Na pesquisa anterior do instituto, realizada em 30 de junho e 1º de julho, Serra tinha 39%, Dilma aparecia com 38% e Marina, 10%. Na espontânea, a candidata petista alcançava 22% e o tucano, 19%.

Numa simulação de segundo turno, o cenário repete o visto em maio, com Dilma à frente de Serra, mas dentro da margem de erro. A candidata do PT aparece com 46%, contra 45% do tucano.

Sobre a rejeição dos candidatos, aqueles que não votariam no ex-governador de São Paulo "de jeito nenhum" são 26% (eram 24% no levantamento anterior). Dilma tem 19% (antes o porcentual era de 20%). Marina Silva é a menos rejeitada: 13%.

Na divisão de votos por regiões do País, não houve mudança: o candidato tucano lidera no Sul e no Sudeste; Dilma vence no Nordeste; no Norte e no Centro-Oeste.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.