Serra e Alckmin aceitam disputar indicação no Diretório Nacional, diz Aécio

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves, disse hoje que os dois pré-candidatos tucanos à Presidência, Geraldo Alckmin e José Serra, estão dispostos a levar a decisão sobre o nome que irá disputar a vaga no Palácio do Planalto para o Diretório Nacional, caso o partido seja incapaz de chegar a um entendimento sobre o assunto ainda hoje. "Se não há possibilidade desse entendimento, tem que haver uma decisão, e ambos aceitam o fórum do Diretório Nacional como instrumento dessa decisão", disse Aécio.O governador mineiro não tratou, no entanto, da possibilidade de serem realizadas prévias amplas no partido, uma medida que foi rejeitada publicamente pelo prefeito paulistano. Ainda assim, Aécio insistiu que continua torcendo para uma definição após a reunião que ocorrerá hoje entre o presidente do PSDB, Tasso Jereissati, e os governadores tucanos. "Se um não retirar a sua candidatura em favor do outro, o que nos resta é o Diretório, mas eu espero que isso não ocorra", afirmou. Para o governador de Minas, a unidade do partido será a melhor forma de entrar na disputa presidencial com os elementos para convencer a população de que o partido merece voltar ao poder. "Não basta que tenhamos um nome (do candidato), é preciso ter o partido unido em uma estratégia, com uma plataforma para a população brasileira de que é melhor apostar de novo no PSDB na presidência da República, do que na continuidade do atual governo", disse.Tasso Jereissati garantiu que o partido irá anunciar hoje a decisão sobre a corrida presidencial deste ano e espera que esta definição traga o nome do candidato da sigla que concorrerá à vaga no Palácio do Planalto. "Com certeza, nós vamos anunciar hoje a nossa decisão", disse. "Eu espero que seja o nome".Comida japonesaA poucas horas do possível anúncio, Tasso e os governadores tucanos, que o acompanham, optaram por um cardápio leve. Depois de se depararem com um dos restaurantes de um hotel, eles optaram por comida japonesa, em outro restaurante, no mesmo hotel, por sugestão de Aécio. "Vou ensinar vocês a comerem bem", brincou o governador mineiro.Quando foram informados que o cardápio do almoço seria comida japonesa, Cunha Lima rebateu: "Na Paraíba tem um sushi de bode maravilhoso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.