Serra diz que responder a Mercadante é 'atraso de vida'

O pré-candidato do PSDB à sucessão no Palácio do Planalto, José Serra, avaliou como "um atraso de vida" responder às críticas feitas pelo senador Aloizio Mercadante (PT-SP) sobre a sua gestão à frente do governo de São Paulo. "Responder ao Mercadante é um atraso de vida", afirmou Serra.

GUSTAVO URIBE, Agência Estado

26 de abril de 2010 | 19h23

Em entrevista ao Programa "Brasil Urgente", da TV Bandeirantes, Serra foi questionado pelo apresentador José Luiz Datena sobre as críticas feitas por Mercadante quando do lançamento de sua pré-candidatura ao Palácio dos Bandeirantes, no sábado. O petista criticou os governos do PSDB nos setores de educação, saúde e transporte.

Mercadante criticou ainda a falta de investimentos "em projetos estruturantes" e, citando pesquisa, disse que o paulistano passa em média duas horas e meia por dia no trânsito, o que, em seus cálculos, dá 35 dias por ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.